quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Beijos pelos direitos humanos e para mudar o Brasil



Um ‘beijaço’ (Kiss in) acontecerá dia 07 de fevereiro na Avenida Paulista, esquina com Rua Augusta, às 17 horas na cidade de São Paulo.
Trata-se de um ato público, organizado por tuiteiros que usam o ciberativismo como ferramenta de mudança social. Dele, participam mulheres e homens; homo, hétero e bissexuais, travestis e transexuais. Pessoas preocupadas em defender medidas históricas contempladas no 3º Plano de Direitos Humanos, apresentado pela Secretária Nacional de Direitos Humanos do Governo Federal. Dentre estes direitos estão: a união civil entre pessoas do mesmo sexo, a criminalização da homofobia, a legalização do aborto e a adoção homoparental. Estas propostas foram duramente atacadas, sobretudo por setores da imprensa e por lideranças religiosas católicas (CNBB). Em defesa do PNDH3, os participantes do Beijaço querem, por meio de sua afetividade, vir a público expressar seu comprometimento e apoio a implementação destas políticas públicas, e ainda expressar seu repúdio ao ataque vazio e fanático do qual o plano está sendo vítima. Visto que a laicidade do Estado é garantida em constituição, não há motivo justo que barre a aprovação desse projeto, a não ser o ranço reacionário que atravanca sua aprovação. O 3º Plano Nacional de Direitos Humanos foi amplamente discutido na Conferência Nacional de Direitos Humanos em 2008. Ao ser divulgado, entretanto, em dezembro do ano passado, passou a ser criticado e distorcido por setores da sociedade brasileira que querem que sejam públicos os seus interesses privados. Entre estes setores está a direita partidária, a imprensa conservadora e setores reacionários religiosos. O PNDH3 toca em questões fundamentais para a sociedade brasileira, e busca corrigir distorções graves relativas aos direitos do cidadão brasileiro. As ações propostas pelo Plano colocariam o Brasil lado a lado com países que há tempos respeitam o indivíduo e sua dignidade. É por isso que, visando justiça, liberdade e igualdade ele recomenda: a descriminalização e a legalização do aborto, bem como sua realização na rede pública de saúde o apoio a uma legislação que garanta igualdade jurídica para os cidadãos LGBT, como a lei que reconhece a união civil entre pessoas do mesmo sexo, recomenda que se assegure um marco jurídico na questão dos conflitos agrários e, por fim, recomenda a instituição de uma comissão para investigar os crimes de tortura perpetrados pelo exército durante a ditadura militar. O plano também prevê o cumprimento da Constituição quanto ao caráter laico do Estado brasileiro e pede a retirada de ícones religiosos de instituições públicas, para preservar os valores da igualdade na diversidade, alteridade e a valorização da pluralidade. Setores da sociedade brasileira que habitualmente escondem seu conservadorismo em uma retórica politicamente correta foram finalmente evidenciados por seu caráter retrógrado, anti-libertário e preconceituoso. Por isso, convocamos a todos que, tão indignados como nós com a perseguição ao PNDH3, querem se manifestar de forma pacífica, bem humorada e afetuosa, a comparecer à esquina da Avenida Paulista com a Rua Augusta, espaço tão diverso da cidade de São Paulo, no dia 7 de fevereiro, domingo, às 17 horas, para promover um beijaço em favor da liberdade e do respeito a todas as formas de amor e a livre escolha. A ideia é mostrar, com muita alegria, que as pessoas são diferentes umas das outras, nascem, vivem, se beijam, amam, se relacionam com quem bem entendem, e independente de um ou outro grupo que torce o nariz, sua vida vai continuar acontecendo no anonimato de suas casas. Não adiante um padre, um jornalista ou um senador achar que vai impedir os gays de constituir família, as mulheres de dispor de suas vidas ou o mundo de girar. Isso acontece, e o PNDH, as militâncias e lutas sociais servem para reconhecer essa existência e garantir que o Estado não negligencie nenhum cidadão ou lhe tire o direito à dignidade.

Organização:

@souminha | @Guttto | @mariana_parra | @RadomileCarol | @djalepeixoto | @ticamoreno | @umberto_neto | @alineando | @cissablond | @aarles

Código HTML do selo do Beijaço em Defesa do PNDH III: http://mnpv.wordpress.com/codigo-html-do-selo-do-beijaco-em-defesa-do-pndh-iii/


Mais matérias sobre o evento:

Revista Fórum: http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/NoticiasIntegra.asp?id_artigo=7967

Mix Brasil: http://mixbrasil.uol.com.br/pride/ativismo/sao-paulo-tera-beijaco-gay-a-favor-do-plano-dos-direitos-humanos.html

Portal Dolado: http://www.dolado.com.br/noticias/beijaco-pelos-direitos-humanos.html


10 comentários:

Nikola Tesla disse...

O PNDH 3 é uma aberração que inverte preconceitos.
A minoria agora são os brancos!
Na verdade sempre foram!
E os pardos?? SOU PARDO! FAÇA UMA LEI PRA MIM!
É patético ver esse tipo de discussão.
O mérito não deveria ser sobre minorias e maiorias. O Brasil sequer tem etnias definidas!
O mérito deveria sobre o que cada pessoa traz de riqueza para a sociedade.
O PNDH 3 é uma MINI CONSTITUINTE COMUNISTA.
Acorde!! Ainda dá tempo!!

Augusto Darien Breytenbach Bazárov disse...

Nikola Tesla Não leu o PNDH3, deve ter lido as deturpações da mídia e acha que sabe alguma coisa.

Julian disse...

Realmente o Sr. Tesla não leu o PNDH 3. A opinião dele é típica de quem não leu, ou se leu, não entendeu...

Penetralia disse...

O Plano é uma das coisas boas do governo Lula. Pena que o ataque partiu de setores reacionários do próprio governo...mesmo assim concordo em apoia-lo, é algo concreto dentro do blá-blá-blá de direitos humanos.

E-Sampa disse...

Olá pessoas! O E-sampa confirma presença neste evento. Já divulgamos no nosso blog e também no nosso twitter (@E_SAMPA).

Abraços a todxs.

jamesp. disse...

Guto,se estivesse aí em Sampa iria certamente.Tome cuidado com esses reaças.Um abração.

Anônimo disse...

loved las vegas? checkout the all artistic [url=http://www.casinolasvegass.com]casino[/url] las vegas at www.casinolasvegass.com with upon 75 bright benevolent [url=http://www.casinolasvegass.com]online casino[/url] games like slots, roulette, baccarat, craps and more and create down existent dotty with our $400 cost-free bonus.
we be steady hub be pegging safer games then the pass‚ online [url=http://www.place-a-bet.net/]casino[/url] www.place-a-bet.net!

Washington Guimarães - ワシントン ギマランエス disse...

O tal PNDH 3, embora contemple algumas reivindicações do movimento homossexual, tá cheio de propostas como abolição do direito de propriedade, monitoramento e controle da imprensa, controle de livros didáticos, ampliação do desarmamento da população, entre outras bobeiras. Os reais objetivos do PNDH 3 são partidários, de ampliar o poder da esquerda e do PT em particular. Tal partido não está nem um pouco interessado em Direitos Humanos. Se estivesse, por que seus dirigentes e militantes não se posicionam contra países que desrespeitam os direitos humanos, como Cuba, China e Venezuela? A recepção de Mahmoud Ahmadinejad pelo presidente Lula, no ano passado, foi uma ofensa àqueles que lutam pelos direitos humanos. Pois é, o movimento LGBT virou movimento LGPT. Como membro dessa comunidade, o repudio.

Augusto disse...

Caro Washington Guimarães,

Você deveria ler o original do PNDH3, por seu texto nota-se que apenas o conhece por meio da mídia.

Saiba que o PNDH3 é fruto de um amplo debate que começou muito antes do governo Lula, ainda no governo FHC. Assim não é uma proposta do governo, mas da sociedade civil. Se vc não concorda com pontos do programa cabe a você ler o original e não debater a questão munido de preconceitos diversos.

No caso, é você que está partidarizando a questão.

Washington Guimarães - ワシントン ギマランエス disse...

Augusto, já li (e perdi meu tempo lendo aquele texto panfletário), portanto, não tomei decisões precipitadas. Tudo que se encontra nesse tal PNDH é a velha ladainha da esquerda demagoga.
Como assim foi proposta da sociedade civil? Desde quando 14 mil militantes de ONGs e partidos de esquerda representam 190 milhões?
Que se dane se essa palhaçada toda foi elaborada já no governo do FHC. Outro otário. Deveria explodir abraçadinho com o Mulla da Silva. Como tem gente que gosta de ser manobrado pela esquerda revolucionária...
E ninguém respondeu: cadê as críticas da esquerda à Cuba, à Venezuela, à China? Vão também julgar os militantes comunistas pelos crimes de tortura e assassinato a colegas e cidadãos comuns?