terça-feira, 6 de abril de 2010

Friedrich Hölderlin


"Você não quer nadar no pântano. Venha agora, venha e vamos tomar banho no mar!"

- Du mochtest im Sumpfe nicht schwimmen. Komm nun, komm, und laß uns baden in offener See !

- Hyperion: Empedokles - Página 129, Friedrich Hölderlin - E. Lichtenstein, 1921 - 398 páginas

Vamos esquecer que existe um tempo e não vamos contar os dias da vida!

"Hipérion"

Que são as ações e os pensamentos dos homens ao longo dos séculos perante um único instante de amor?

O homem é um deus quando sonha e um mendigo quando pensa

Johann Christian Friedrich Hölderlin (Lauffen am Neckar, 20 de março de 1770 — Tübingen, 7 de junho de 1843), poeta lírico e romancista alemão.

Um comentário:

polivocidade disse...

Um pouco de possível, senão eu sufoco! A gente grita hoje em dia, e nem percebe que está anos-luz atrasado, em termos do desenvolvimento do espírito. Basta ler Holderlin.

Parece que quanto mais evoluímos, mas involuímos.

Lindo poema, linda tradução!